O Programa de Pós-Graduação em Sociologia e Antropologia (PPGSA) e @Núcleo ACTA - Ação Pública, Território e Ambiente (ACTA) irão promover a conferência “Sindicalismo rural na Amazônia, conflitos sociais por terra e território e o legado de Chico Mendes”.

 

O debate será conduzido pelo professor Elder Andrade de Paula (CFCH/UFAC), que é doutor em Ciências Sociais pelo CPDA/UFRRJ e junto com Chico Mendes fundou a Central Única dos Trabalhadores do Acre. 

 

Após a conferência, será exibido o documentário “Voltando do Seringal: Como e para Onde?”, que foi produzido e dirigido por Emilson Ferreira de Souza. O produto audioviual é fruto da pesquisa de doutorado de Emilson, que também dirigiu e produziu “Amazônia Viva” (2013). 

 

Data: 4 de abril

Horário: 10h

Local: auditório do IFCH

 

É com muita satisfação que informamos que duas de nossas docentes Profas. Denise Machado Cardoso e Maria Jose da Silva Aquino Teisserenc obtiveram aprovação de Simpósios Temáticos no 43º Encontro Anual da ANPOCS, a ser realizado em Caxambu,MG no período de 21 a 25 de outubro de 2019.

ST07 - Conflitos e desastres ambientais: colonialidade, desregulação e lutas por territórios e existências

Coordenação: Maria José da Silva Aquino Teisserenc (PPGSA/UFPA), Lorena Cândido Fleury (UFRGS)

ST14 - Imagens e ciências sociais: experiências de ensino e pesquisa

Coordenação: Denise Machado Cardoso (PPGSA/UFPA), Ana Paula Alves Ribeiro (UERJ)

Os interessados nas temáticas devem submeter seus resumos no período de 30/03 a 29/04. Acesso pelo site http://anpocs.com/index.php/43-encontro-anual-2019

No dia 29/03 o PPGSA por iniciativa do Observatório de Conflitos Urbanos, coordenado pelo Prof. Rodrigo Peixoto realizou, conforme programação amplamente divulgada, o Seminário "Grande Belém, Para Quem?" com apoio de várias entidades do movimento popular, como Fórum Fora Lixão de Marituba, Frente de Moradores Prejudicados pela Macrodrenagem da Bacia do Una, Programa de Apoio à Reforma Urbana, IAGUA. O evento ocorreu no auditório setorial II no campus da UFPA e teve a participação de um total de 40 pessoas.

 

Com uma programação extensa foram discutidas, por lideranças do movimento popular e pesquisadores da UFPA, temáticas metropolitanas que afligem os moradores dos três principais municípios da RMB. Da questão do saneamento ao tratamento do lixo, passando por temas como remoção de famílias, regularização fundiária e movimentos de resistência.